Efeitos do som sobre a germinação de sementes de Tremoço Branco (Lupinus albus L).

por Érika Cristina Giamundo, Flávio André Santana e Prof. Dr. Wanderley Carvalho

Já há algumas décadas, diversos experimentos envolvendo os efeitos do som e da música sobre processos biológicos vêm sendo desenvolvidos, muitos dos quais com resultados bastante surpreendentes. Entre tais pesquisas, encontram-se as desenvolvidas por Sternheimer, para quem o padrão vibratório de uma eterminada molécula biológica possui uma correspondência em uma nota musical ou freqüência sonora específica que, por sua vez, é capaz de estimular a ação da referida substância. De maneira análoga, uma determinada freqüência pode atuar como inibidora de uma dada molécula. Este estudo buscou investigar a ação de uma seqüência sonora estimuladora da L-alfa asparginase do tremoço branco (Lupinus albus L.) durante o processo de germinação, sob condições ambientais controladas. As sementes foram divididas em três grupos, cada qual acondicionado em uma câmara de germinação com isolamento acústico, a fim de serem submetidos a um dos seguintes tratamentos: sem som, ruído branco e seqüência sonora estimuladora da L-alfa asparginase. Embora não tratados estatisticamente, os resultados sugerem uma atividade mais intensa da enzima estudada entre as sementes submetidas à seqüência estimuladora.

Leia o artigo completo – PDF


Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.